Primeira Maratona Universitária da Paraíba traz projetos nas áreas de saúde, educação e tecnologia

10 outubro 2017

Resultado foi divulgado no último dia da 7ª Feira do Empreendedor, em Patos 

Uma pulseira capaz de monitorar os batimentos cardíacos de pacientes com doenças crônicas e que aciona o médico ao detectar qualquer anomalia, dando, ainda, um suporte psicológico ao usuário. Esse foi o projeto vencedor da primeira Maratona Universitária realizada na Paraíba, cujo resultado foi divulgado neste domingo (8), no último dia da 7ª Feira do Empreendedor, no município de Patos.

De acordo com a estudante do curso de Computação da UEPB, Michelle Maximiano, participante do grupo vencedor da Maratona Universitária, o acessório foi desenvolvido para dar suporte a pessoas com doenças como diabetes ou hipertensão, dando-lhes uma maior segurança. “A pulseira aciona automaticamente o médico, que chama a emergência e, também, é informado sobre os possíveis diagnósticos”, explicou.

A Maratona Universitária é um desafio que estimula os estudantes de graduação a resolver problemas estéticos, econômicos, sociais, ambientais, observados no cotidiano das pessoas da região e comprometem o bem estar da sociedade como um todo. O segundo lugar ficou com o aplicativo para smartphones Matute, que visa o resgate da cultura nas escolas, unindo educação, cultura e tecnologia, trazendo a programação de feiras e atividades culturais de cada instituição; o terceiro lugar ganhou o app High Staques Security, que protege os dados do usuário de aparelhos eletrônicos em caso de perda ou roubo, além de facilitar sua localização.

O diretor técnico do Sebrae Paraíba, Luiz Alberto, destacou a importância da educação na construção de um mundo melhor. “Quando nós pensamos em feira do empreendedor, traduz muito isso que vocês fizeram, de superar desafios, fazer as coisas acontecerem porque desafios não são obstáculos, e sim uma forma de fazer um mundo melhor”, falou.

Já a coordenadora da Maratona, Niedja Arruda, destacou a importância da Maratona para os estudantes da região do Sertão construírem, eles mesmos, novas oportunidades e inovações para a região. “Foram estudantes bastante motivados e que estão de parabéns por terem tido a iniciativa de ter participado, mostrando que há boas ideias apenas esperando a oportunidade de serem colocadas em prática”, afirmou.

Maratona Universitária – Idealizada pelo Sebrae Rio Grande do Norte e realizada pela primeira vez na Paraíba, a atividade vai levantar questões do contexto socioeconômico local que estarão em evidência nos quatro dias de imersão do evento. A metodologia da maratona prevê a formação de equipes e a utilização de estratégias visuais, como o Design Thinking e o Quadro Modelo de Negócios/Canvas, ferramentas que visam facilitar o desenvolvimento de inovações, experimentações e construção de projetos de empreendedorismo social.